Carbono Galeria

Edições contemporâneas

Cinéticos e construtivos

Cinéticos e construtivos

São Paulo, 24.08 ~  02.10.2013

 

"O construtivismo surgiu na Rússia do início do século XX, expandiu-se na Europa e ganhou ressonâncias gradativas em todo o mundo. O movimento propunha a arte como programa de ação didática e política revolucionária, buscando dar acesso popular à arte, por meio de signos universais, comunicação imediata e clareza formal, princípios encontrados na geometria. O preceito ideológico do construtivismo, em sua base, era a arte com função social. Havia, portanto, uma ética humanista na opção de seus artistas pela técnica e pelo racionalismo.

Dos planos geométricos às formas dinâmicas e cinéticas decorrentes da mecanização crescente da produção, a arte construtiva visava, essencialmente, fornecer uma ideia visual das transformações da realidade. Nos dias de hoje, porém, o mundo é outro; a modernidade foi questionada por uma visão contemporânea mediada pelas sociedades neoliberais e pela crise pós-moderna dos estilos, mas a poética construtiva sobreviveu aos embates formais ao longo do tempo e manteve sua atualidade no presente. Talvez o senso democrático e universal da geometria – com formas de fácil compreensão por todas as culturas do planeta – e sua penetração estética na vida urbana estejam no âmago de sua resistência.  

Produzir múltiplos nessa linhagem não faz apenas perdurar e expandir um dos mais consequentes movimentos modernos, mas, sobretudo, acentuar o caráter social da acessibilidade que o próprio construtivismo previa em sua origem."

Ligia Canongia
curadoria



Artistas participantes da coletiva "Cinéticos e Construtivos":

Abraham Palatnik
Alfredo Volpi
Ana Holck
Artur Lescher
Carlos Cruz-Diez
Daniel Feingold
Elizabeth Jobim
Fabio Miguez
Gisele Camargo
Josef Albers
Julio Le Parc
Laura Vinci
Luciano Figueiredo
Luis Tomasello
Maria-Carmen Perlingeiro
Raul Mourão
Renata Tassinari
Sérvulo Esmeraldo
Jesús Rafael Soto
Tauba Auerbach

 

Ligia Canongia é crítica de arte e curadora independente. Graduada em Letras e pós-graduada em História da Arte e Arquitetura pela PUC-RJ, é autora de diversos livros, dentre eles “Eduardo Sued” (Cosac Naify) “O legado dos anos 60 e 70” (Zahar), “Artur Barrio” (Modo/ Petrobras), “Anos 80: Embates de uma geração” (Barléu/ Francisco Alves) e “Anos 60 a 80 na coleção Gilberto Chateaubriand” (Barléu / Francisco Alves). Realiza trabalhos de curadoria desde a década de 1980, no Brasil e no exterior. Foi titular da coluna de arte do jornal O Globo e assessora da Fundação Nacional de Arte (Funarte), assim como integrou a equipe de curadoria do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.Nos últimos anos, assinou as retrospectivas dos artistas Waltercio Caldas, Raymundo Colares, Jac Leirner e Angelo Venosa, e de outras exposições de grande porte, como as de Miguel Rio Branco e Mario Cravo Neto. Em 2009 e 2010, foi curadora da galeria da Casa de Cultura Laura Alvim, a convite do Governo do Estado do Rio de Janeiro, onde desenvolveu um programa de dez exposições individuais subseqüentes, dentre elas, as dos artistas José Damasceno, Antonio Dias, Vik Muniz, Ernesto Neto e Luiz Zerbini.

 



Mais informações? Envie um email para info@carbonogaleria.com.br