Carbono Galeria - Blue Laments Arno - Jenny Holzer

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Jenny Holzer

Gallipolis (Ohio), 1950 | Vive e trabalha em Nova York, Estados Unidos.

A palavra é a principal matéria prima de Jenny Holzer. No final da década de 70, a artista muda-se para Nova York para participar do programa de estudos independentes do Whitney Museum,... veja mais

Blue Laments Arno
Relevo de parede
Técnica
Led, alumínio e filtro de luz
Dimensões

( A x L x P)  5 x 53 x 28 cm
Data
2008
Edição
25

A linguagem do painel luminoso, usada geralmente para anúncios comerciais, é utilizada por Jenny Holzer como uma plataforma para expressar poemas de amor. A estrutura em forma de arco com suas luzes azuis, transmitem palavras e frases. A cada linha, uma estrofe. A cada frase uma declaração. Palavras que despertam, em todos, fortes paixões.

Biografia

Gallipolis (Ohio), 1950 | Vive e trabalha em Nova York, Estados Unidos.

A palavra é a principal matéria prima de Jenny Holzer. No final da década de 70, a artista muda-se para Nova York para participar do programa de estudos independentes do Whitney Museum, e passa a explorar o espaço público como suporte para o seu trabalho. A artista recebeu o Leão de Ouro na Bienal de Veneza em 1990, e o Crystal Award do Fórum Econômico Mundial em 1996. Seus trabalhos já foram expostos no Museu de Arte Contemporânea de Chicago; na Fondation Beyeler em Basel; no Guggenheim em Nova York e Bilbao; no Whitney Museum of American Art em Nova York; no Museu de Arte Moderna em São Paulo, entre outros.

A estréia de Holzer acontece com os lambe-lambes da série Truisms (1977-1979), nos quais imprimi frases com verdades óbvias. A principal ideia é que essas verdades somente são encaradas quando colocadas no meio da rua e ditas pelo grande público.

A partir da reação das pessoas perante suas obras, a artista passa a ocupar um maior espaço na cidade. Se apropria da arquitetura e de grandes anúncios publicitários; escreve nas ruas, no chão, nos carros, nas fachadas dos prédios, muros, quedas d’água e em veículos como revistas e websites. Faz o uso de diferentes materiais, tais como bronze, alumínio e prata para expor suas ideias na cidade. Trata sobre violência, indignação, fúria, e da ignorância das pessoas com muito senso de humor e coragem.

De seus trabalhos mais recentes, um que se destaca pela polêmica produzida foi a instalação de um painel luminoso no lobby do 7 World Trade Center, em Nova York, no qual a artista expõe, na forma de poesia e prosa, memorandos do governo americano detalhando abusos contra prisioneiros.

Em um texto sobre a mostra Protect Protect (Whitney Museum - 2009), publicado no New York Times, Roberta Smith aponta: “Em tons poéticos ou discursivos, com superioridade ou humildemente, fazendo o papel de irmã mandona ou com carinho, Sr. Holzer sempre nos avisa sobre as ameaças da vida, como conseguir a liberdade ou como chegar na felicidade. Ela consegue rastrear os pensamentos mais profundos dos apaixonados ou dos sobreviventes a algum choque sentimental, e no fim discute o que desencadeia o caos social” .

  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Desenho
    3. Escultura
    4. Fotografia
    5. Gravura
    6. Instalação
    7. Joia
    8. Objeto
    9. Pintura
    10. Relevo de parede
    11. Serigrafia
    12. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Art Rio 2014
    5. ArtRio 2015
    6. Camila Castanho e Gabriel Dib
    7. Cinéticos e Construtivos
    8. Curadoria Agnaldo Farias
    9. Curadoria Paulo Venancio Filho
    10. Dia de doar
    11. Dia dos namorados
    12. Dublê de corpo
    13. Fabiana e Cristian
    14. Instituto Reciclar
    15. Lançamentos
    16. Laura Buchamar e Paulo Rogério
    17. Lembre-se de lembrar
    18. Múltipla de Múltiplos
    19. Myxathesys
    20. Nazareno
    21. O tempo e os tempos
    22. Releituras da natureza-morta
    23. Sp Arte 2014
    24. Sp Arte 2017
    25. SP Arte Foto 2015
    26. Universo
    27. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10