Carbono Galeria - Cercles par déplacement - Julio Le Parc

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Julio Le Parc

Argentina, 1928 | Vive e trabalha em Paris, França. 

Um dos fundadores do movimento de Arte Cinética e do G.R.A.V. (Groupe de Recherche d’Art Visuel), Julio Le Parc (1928) traz para sua obra elementos que extrapolam as buscas a respeito do movimento e refletem um interesse na percepção visual do espectador.

... veja mais
Cercles par déplacement
Escultura
Técnica
caixa de acrílico, espelhos e impressão
Dimensões

( A x L x P)  50 x 17.5 x 22.5 cm
Data
2015
Edição
100

Julio Le Parc, um dos precursores da arte Op ou arte cinética, desenvolveu a obra Cercles par deplacement, composta por uma estrutura de alumínio, impressão e espelhos. A obra, assim como a maior parte da produção do artista, conta com a participação do espectador para se resolver por inteiro, levando em conta que o trabalho reage ao deslocamento de quem o está vendo. Le Parc cria, através da linha e da cor, uma estrutura sólida que produz luz, sombra e movimento e faz com que a forma pareça se desmaterializar.  

Clique aquí para ver o vídeo da obra. 

Esta obra é assinada e vem acompanhada de certificado de autenticidade.

Mais obras deste artista
  1. Continuel lumière à 4 cylindres
  2. Formes en Contorsions
  3. Mobile Losange Rouge
Biografia

Argentina, 1928 | Vive e trabalha em Paris, França. 

Um dos fundadores do movimento de Arte Cinética e do G.R.A.V. (Groupe de Recherche d’Art Visuel), Julio Le Parc (1928) traz para sua obra elementos que extrapolam as buscas a respeito do movimento e refletem um interesse na percepção visual do espectador.

O artista trabalha com uma vasta gama de técnicas, que vão da pintura sobre tela, passando pela gravura e por móbiles, criando até grandes instalações com espelhos, motores e outros elementos.

Le Parc vive e trabalha na França desde a década de 60. Ganhou, em 2013, uma grande retrospectiva de seu trabalho no Palais de Tokyo, em Paris. Nos últimos anos, contou com outras individuais pertinentes: Luz do Mundo, Museu Oscar Niemeyer, Bienal de Curitiba, Paraná, Brazil (2015); La Longue Marche, Art Unlimited, Art Basel, Basel, Switzerland (2017); Julio Le Parc: da forma à ação, Instituto Tomie Ohtake (ITO), São Paulo/SP, Brasil (2017); Julio Le Parc 1959, The Metropolitan Museum of Art (The Met Beruer), New York/NY, USA (2018).

Suas obras integram acervos como os do MoMA, Nova York; MAM, São Paulo; Tate, Londres; Museum Boijmans Van Beuningen, Roterdã, entre outros.

 

Galerias Representantes
Destaques da Carreira

A exposição Soleil Froid, no Palais de Tokyo, em Paris, 2013.

A exposição Soleil Froid, no Palais de Tokyo, em Paris, 2013.

   
  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Carbono Voucher
    3. Desenho
    4. Escultura
    5. Fotografia
    6. Gravura
    7. Instalação
    8. Joia
    9. Objeto
    10. Pintura
    11. Relevo de parede
    12. Serigrafia
    13. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Américas Amigas
    5. Art Rio 2014
    6. ArtRio 2015
    7. Cinéticos e Construtivos
    8. Curadoria Agnaldo Farias
    9. Curadoria Daniel Rangel
    10. Curadoria Ligia Canongia
    11. Curadoria Maria Montero
    12. Curadoria Paulo Miyada
    13. Curadoria Paulo Venancio Filho
    14. Curadoria Vanda Klabin
    15. Dia de doar
    16. Dia dos namorados
    17. Dublê de corpo
    18. Edição do Colecionador
    19. Elogios da cor
    20. IAC
    21. Instituto Reciclar
    22. Lançamentos
    23. Lembre-se de lembrar
    24. Lista de Casamento Alexandre e Gabriela
    25. Múltipla de Múltiplos
    26. Múltiplos Inhotim
    27. Múltiplos Pivô
    28. Myxathesys
    29. Nazareno
    30. O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro
    31. O que emana da água
    32. O tempo e os tempos
    33. PALAVRA-COISA
    34. Releituras da natureza-morta
    35. Sp Arte 2014
    36. Sp Arte 2017
    37. SP Arte Foto 2015
    38. Tão diferentes, tão atraentes
    39. Toscana: caminhos e constrastes
    40. Universo
    41. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10