Carbono Galeria - Disco extensível (de base) - Carlos Bevilacqua

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Carlos Bevilacqua

Rio de Janeiro, 1965 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil.

Carlos Bevilacqua trabalha com esculturas e instalações. Utilizando-se de diversos materiais, busca alcançar a estabilidade na convivência das partes de seus pequenos universos, tensionados no espaço como forças de um campo... veja mais

Disco extensível (de base)
Escultura
Técnica
Madeira, aço inox, aço carbono, alumínio e pedra
Dimensões

( A x L x P)  100 x 9 x 20 cm
Data
2014
Edição
10

Disco extensível pertence ao largo argumento escultórico do artista, que faz uso de fios de aço para expressar com linhas e pontos a sugestão de planos e volumes. A madeira muitas vezes serve como suporte para esta linguagem. 

Uma longa haste de madeira que sugere uma linha está em duas situações: uma fixada a parede e outra em uma base no chão. Na parte superior da haste habita um círculo de fio de aço disposto por uma solução que o artista chama de mecânica-plástica. Este círculo sugere um disco, e no momento que ocorre a mecânica-plástica se estende uma linha com um ponto na extremidade, e este ponto aciona um espaço e transforma o círculo em disco.

Mais obras deste artista
  1. Disco extensível (de parede)
  2. Droop horizontal - reduzido
Biografia

Rio de Janeiro, 1965 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil.

Carlos Bevilacqua trabalha com esculturas e instalações. Utilizando-se de diversos materiais, busca alcançar a estabilidade na convivência das partes de seus pequenos universos, tensionados no espaço como forças de um campo que hora se repelem, hora se atraem. Esse jogo de contradições se estabiliza assim que suas obras alcançam o refinamento que lhes é característico, assim como um perfeito equilíbrio formal.

Ao empregar formas sintéticas e primárias como a linha e o ponto em madeira ou aço, seus trabalhos sugerem uma maturidade imediatamente colocada em xeque pelo seu semblante lúdico, remetendo-nos a referências históricas da arte como os mobiles de Calder e as esculturas de Miró.

O tempo (dinâmico ou lento) e o vazio são outros pilares que racionalizam suas obras para interromperem o espaço harmoniosamente.

Sua obra integra o acervo de importantes instituições como da FUNARTE (Rio de Janeiro, Brasil), Inhotim (Minas Gerais, Brasil), MAM - Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Brasil) e MAC USP - Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (São Paulo, Brasil).

 

Galerias Representantes
  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Carbono Voucher
    3. Desenho
    4. Escultura
    5. Fotografia
    6. Gravura
    7. Instalação
    8. Joia
    9. Objeto
    10. Pintura
    11. Relevo de parede
    12. Serigrafia
    13. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Américas Amigas
    5. Art Rio 2014
    6. ArtRio 2015
    7. Cinéticos e Construtivos
    8. Curadoria Agnaldo Farias
    9. Curadoria Daniel Rangel
    10. Curadoria Ligia Canongia
    11. Curadoria Maria Montero
    12. Curadoria Paulo Miyada
    13. Curadoria Paulo Venancio Filho
    14. Dia de doar
    15. Dia dos namorados
    16. Dublê de corpo
    17. Elogios da cor
    18. IAC
    19. Instituto Reciclar
    20. Lançamentos
    21. Lembre-se de lembrar
    22. Lista de Casamento Carolina e Dado
    23. Lista de Casamento Marina e Pedro
    24. Múltipla de Múltiplos
    25. Múltiplos Pivô
    26. Myxathesys
    27. Nazareno
    28. O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro
    29. O tempo e os tempos
    30. PALAVRA-COISA
    31. Releituras da natureza-morta
    32. Sp Arte 2014
    33. Sp Arte 2017
    34. SP Arte Foto 2015
    35. Tão diferentes, tão atraentes
    36. Toscana: caminhos e constrastes
    37. Universo
    38. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10