Carbono Galeria - O hematoma #1 - Brígida Baltar

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Brígida Baltar

Rio de Janeiro, 1959 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro

Brígida iniciou sua obra nos anos 90 com ações intimistas que refletiam a mistura das suas vivências com uma atmosfera ficcional. A paisagem fazia parte de algumas performances como Coletas, [1994-2004] onde a... veja mais

O hematoma #1
Desenho
Técnica
bordado sobre linho
Dimensões

( A x L x P)  46 x 36 x 6 cm (com moldura)
Data
2016
Edição
10 + 3PA

Brígida Baltar transforma experiências vividas em seu próprio corpo em metáforas com o trabalho O hematoma #1. A artista passou por um transplante de medula em 2015 e o processo do tratamento e as transformações resultantes em seu corpo tornam-se poesia quando materializados em bordados.


O tempo do bordar está diretamente ligado ao tempo da espera que a artista vivenciou neste processo. O resultado são abstrações, geometrias orgânicas e cores sanguíneas arroxeadas e avermelhadas.

Mais obras deste artista
  1. O hematoma #2
Biografia

Rio de Janeiro, 1959 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro

Brígida iniciou sua obra nos anos 90 com ações intimistas que refletiam a mistura das suas vivências com uma atmosfera ficcional. A paisagem fazia parte de algumas performances como Coletas, [1994-2004] onde a artista utilizou pequenos frascos de vidro para coletar neblina e outras substâncias transientes da natureza. Em Maria Farinha Ghost Crab, 2004 e Casa de Abelha, 2002 tanto a paisagem como a sonoridade fazem parte dos projetos. As fotos, ações e filmes de Brígida Baltar nos levam à natureza e ao corpo: é dali que Brígida retira o sentido de sua obra. Natureza como fábula. O corpo como material de investigação.

Desde sempre seu espaço íntimo, sua casa e os materiais estruturais, principalmente os tijolos, passaram a constituir seus trabalhos em forma de desenhos, esculturas e instalações, como Abrigo e Torre, 1996.

Brígida estudou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde hoje leciona e recebeu os prêmios Rioarte (1994), Conexões Artes Visuais Funarte (2010) e foi selecionada para o edital do Governo do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura (2011).

Participou da 1ª Bienal da América, em Denver (2010), Panorama de Arte Brasileira (2007), 25ª Bienal de São Paulo (2002) e 5ª Bienal de Havana (1994).

A partir das experiências com tijolos e desenhos com pó de tijolo, Brígida Baltar se interessa cada vez mais pelos trabalhos feitos a mão, esculturas de porcelana, bronze, desenhos e bem recentemente bordados.

Entre as exposições individuais estão: Irmãos, Galeria Nara Roesler, Rio de Janeiro, 2016, O amor do pássaro rebelde, Cavalariças, Parque Lage (2012); Um céu entre paredes, Fundação Joaquim Nabuco (2009); Participou do Projeto Respiração, Fundação Eva Klabin, Rio de Janeiro (2007).

Entre as exposições no exterior estão: 17ª Bienal de Cerveira, Arte crise e transformação, Portugal (2013), Chambres à part VIII: Voir est une Fable, La Réserve, Paris (2013), Cruzamentos: Contemporary Arts in Brazil, Wexner Center for the Arts, Ohio (2013), SAM Project Paris, (2012); The Peripatetic School: Itinerant Drawing Drawing Room Londres (2009); In search of the miraculous, University Gallery of Essex, Colchester, (2007); An Indoor Heaven, Firstsite, Colchester (2006), L’Autre Amerique, Passage de Retz, Paris; Untitled, Santa Barbara Contemporary Arts Forum (2005), Body Nostalgia, Museu de Arte Moderna, Toquio; Unbound, Parasol Unit, Londres; C’est pas du cinema, Studio Fresnoy des Arts Contemporains, França (2004);  Desenvolveu projetos com Capacete Entretenimentos Rio de Janeiro, 2004.

Sua obra está presente nas coleções: Colección Isabel y Agustín Coppel, México D.F., México; Museum of Contemporary Art, Cleveland, EUA; Fundação Joaquim Nabuco, Recife, Brasil; Middlesbrough Institute of Modern Art, Middlesbrough, Inglaterra; Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil; Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil; Pinacoteca do Estado de São Paulo, São Paulo, Brasil; entre outras.

Galerias Representantes
Destaques da Carreira

Sem título, bronze, Exposição Voar na Galeria Nara Roesler, 2012   

Passagem Secreta, desenho de pó de tijolo sobre prateleira, Fundação Eva Klabin, 2007 

Sem título, desenho com pó de tijolo sobre chão, Fundação Joaquim Nabuco, 2010 

Coletas, videos e filmes, Kunsthaus Baselland, Suíça, 2001   

   
  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Carbono Voucher
    3. Desenho
    4. Escultura
    5. Fotografia
    6. Gravura
    7. Instalação
    8. Joia
    9. Objeto
    10. Pintura
    11. Relevo de parede
    12. Serigrafia
    13. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Art Rio 2014
    5. ArtRio 2015
    6. Cinéticos e Construtivos
    7. Curadoria Agnaldo Farias
    8. Curadoria Maria Montero
    9. Curadoria Paulo Venancio Filho
    10. Dia de doar
    11. Dia dos namorados
    12. Dublê de corpo
    13. Instituto Reciclar
    14. Lançamentos
    15. Lembre-se de lembrar
    16. Lista Casamento Caroline Cordeiro e Fernando Rocha
    17. Lista de Casamento Fabiana e Cristian
    18. Lista de casamento Gabriella e Thiago
    19. Múltipla de Múltiplos
    20. Myxathesys
    21. Nazareno
    22. O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro
    23. O tempo e os tempos
    24. Releituras da natureza-morta
    25. Sp Arte 2014
    26. Sp Arte 2017
    27. SP Arte Foto 2015
    28. Universo
    29. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10