Carbono Galeria - Orixá da série experiência sensível - Carlos Mélo

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Carlos Mélo

Riacho das Almas, Pernambuco, 1969  | Vive e trabalha em Recife

Carlos Mélo investiga o lugar que o corpo ocupa no mundo. É conhecido pelas suas performances, fotografias e instalações. Com várias formações e pesquisas no ramo das artes e filosofia, desenvolve uma atividade artística regular... veja mais

Orixá da série experiência sensível
Fotografia
Técnica
fotografia em duratrans sobre backlight
Dimensões

( A x L)  75 x 56 cm
Data
2016
Edição
12 + 2PA

O autorretrato é presente na produção do artista pernambucano Carlos Mélo em suportes como o desenho, foto, vídeo, performance e instalação.

Neste trabalho, Mélo se esquiva, se esconde, se dissolve na cena e no seu entorno. O rosto do artista não aparece, como muito acontece em seus trabalhos, mas é sem o retrato do rosto que permite que o corpo se entregue ao mundo.

A obra pertence à série Projeto experiência sensível realizada em Sintra, Portugual. O artista usa um boné criado por ele mesmo, no qual foram adicionadas missangas formando uma franja. Ela submersa cria um elo entre o artista e a água e traz uma reflexão sobre Narciso, personagem mitológico apaixonado pela própria imagem, e sobre os Orixás, ancestrais africanos.

Biografia

Riacho das Almas, Pernambuco, 1969  | Vive e trabalha em Recife

Carlos Mélo investiga o lugar que o corpo ocupa no mundo. É conhecido pelas suas performances, fotografias e instalações. Com várias formações e pesquisas no ramo das artes e filosofia, desenvolve uma atividade artística regular de âmbito nacional e internacional.

Carlos foi um dos três premiados do Prêmio Foco da ArtRio de 2015. O artista levou quatro peças da série Agreste telúrico, produzidas durante uma residência artística na Paraíba: uma fotografia, na qual está ele registrado encarnado uma espécie de carcará, uma faca de dois gumes, uma escada feita com ossos de boi e um painel de neon no qual se lê “Agreste resgate”. O Bradesco, que concede o prêmio, doou a obra do artista ao Museu de Arte do Rio – MAR.

Sobre sua obra, Moacir dos Anjos escreveu: “Aproximando imagens e palavras, o artista fez convergir, por vezes, fotografias de seu corpo em situações de interação com a paisagem e diagramas conceituais que o sugerem como matéria em fluxo, definido sempre de modo transiente e relacional. São trabalhos que buscam dissolver a materialidade do corpo nos lugares onde realiza ações – confundindo carne e espaço – e, por meio do “contorcionismo semântico” que faz, transformá-lo também em conceito”.

Entre suas exposições individuais destacam-se:  Macunaíma, no SESC Bom Retiro, São Paulo SP, Brasil em 2016; A palavra vista por dentro, Museu Mulio La Greca, Recife PE, Brasil em 2016; Agreste telúrico, no Centro Cultural Banco do Nordeste na Paraíba em 2015; Sobre humano, na Galeria Laura Marsiaj no Rio de Janeiro, em 2012; Carlos Mélo, na Galeria Moura Marsiaj em São Paulo em 211; entre outras. Participou de mostras coletivas no Paço das Artes em São Paulo; MAMAM no Recife; Fundação Joaquim Nabuco no Recife; Itau Cultural em São Paulo; USA-Urbana-Champaign Krannert Art MUseum em Lisboa; entre outras.

Galerias Representantes
Destaques da Carreira

O corpo barroco, neon, 2010 | Sobre humano, osso de boi, cola e arame, 2014

O corpo barroco, foto e neon, 2013

Agreste telúrico, Exposição Centro Cultura Banco do Nordeste, PB, 2015

   
  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Carbono Voucher
    3. Desenho
    4. Escultura
    5. Fotografia
    6. Gravura
    7. Instalação
    8. Joia
    9. Objeto
    10. Pintura
    11. Relevo de parede
    12. Serigrafia
    13. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Américas Amigas
    5. Art Rio 2014
    6. ArtRio 2015
    7. Cinéticos e Construtivos
    8. Curadoria Agnaldo Farias
    9. Curadoria Daniel Rangel
    10. Curadoria Ligia Canongia
    11. Curadoria Maria Montero
    12. Curadoria Paulo Miyada
    13. Curadoria Paulo Venancio Filho
    14. Curadoria Vanda Klabin
    15. Dia de doar
    16. Dia dos namorados
    17. Dublê de corpo
    18. Elogios da cor
    19. IAC
    20. Instituto Reciclar
    21. Lançamentos
    22. Lembre-se de lembrar
    23. Lista de Casamento Carolina e Dado
    24. Lista de Casamento Marina e Pedro
    25. Múltipla de Múltiplos
    26. Múltiplos Pivô
    27. Myxathesys
    28. Nazareno
    29. O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro
    30. O que emana da água
    31. O tempo e os tempos
    32. PALAVRA-COISA
    33. Releituras da natureza-morta
    34. Sp Arte 2014
    35. Sp Arte 2017
    36. SP Arte Foto 2015
    37. Tão diferentes, tão atraentes
    38. Toscana: caminhos e constrastes
    39. Universo
    40. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10