Carbono Galeria - Pendente - Rodrigo Sassi

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Rodrigo Sassi

São Paulo, 1981 | Vive e trabalha em São Paulo

Visualmente influenciado por referências provenientes da cidade de São Paulo, o início da trajetória artística de Rodrigo Sassi é marcada pelo desenvolvimento e prática de intervenções urbanas, época em que vivenciou e utilizou a cidade como... veja mais

Pendente
Escultura
Técnica
madeira, concreto e metal
Dimensões

( A x L x P)  27 x 49 x 128 cm
Data
2019
Edição
12 + 3PA

Pendente, título da edição de escultura criada exclusivamente para a Carbono, apropria-se do duplo sentido da palavra, suspensão e a não finalização, ou, o que aparentemente, se encontra ainda em processo.

Com escala reduzida, Pendente cria uma relação com o interior, onde o design se torna o ponto de partida e fonte de inspiração para o múltiplo. A obra, feita de madeira, concreto e suspensa por duas hastes metálicas, se desenvolve sobre um eixo central que equilibra curvas secas, geométricas e precisas, contrastando sua harmonia e leveza compositiva com a rusticidade e precariedade do material utilizado.

A edição vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

 

A obra é a primeira edição desenvolvida para o projeto Edição do Colecionador, uma colaboração entre a colecionadora Maguy Etlin e o artista.

Biografia

São Paulo, 1981 | Vive e trabalha em São Paulo

Visualmente influenciado por referências provenientes da cidade de São Paulo, o início da trajetória artística de Rodrigo Sassi é marcada pelo desenvolvimento e prática de intervenções urbanas, época em que vivenciou e utilizou a cidade como suporte de atuação, reflexão e inspiração para seus trabalhos. Com o passar do tempo esta pesquisa, até então realizada no cenário urbano, se transformou em referência estética e conceitual para um trabalho desenvolvido em atelie, hoje dedicado principalmente ao tridimensional, desdobrando-se para outros suportes.

Tendo como ponto de partida a arquitetura, o cenário urbano e processos relacionados à construção civil, as obras de Sassi assumem como poética de linguagem a relação entre estas áreas e as artes visuais, criando, a partir do uso de materiais e técnicas construtivas, esculturas e instalações que interferem e se integram ao espaço, criando sua própria arquitetura. Como consequência do uso de materiais encontrados nas ruas, seus trabalhos estão profundamente conectados com o ambiente local e podem ser vistos como uma extensão do espaço urbano de forma que as marcas e rastros remanescentes nas composições de suas obras situam o espectador em relação a sua história, ao percurso e ao processo de transformação da matéria.

Graduado em Artes Plásticas pela Fundação Armando Álvares Penteado - FAAP (2006), Rodrigo participou de algumas residências artísticas, entre elas CAMPO AIR no Urugay (2019), Sculpture Space nos Estados Unidos (2016) e Cité Internaciolnale des Arts de Paris (2014/2015) na França. Realizou exposições individuais em galerias e instituições, tanto no Brasil como no exterior, dentre elas  “Tríptico” na FAMA – Fábrica de Arte Marcos Amaro em Itu em 2019; “Esquinas que me atravessam” no Centro Cultural Banco do Brasil - São Paulo em 2018; “Mesmo com dias maiores que o normal” no Centro Cultural São Paulo em 2017; “Tudo aquilo que eu lhe disse antes mas nem eu sabia” na Red Bull Station  em 2016;  “In Between” que itinerou da Nosco Gallery em Londres para a MDM Gallery em Paris. Entre as mostras coletivas estão: The humble black line na Frameless Gallery em Londres em 2018, 6º Prêmio Marcantonio Vilaça no Mube em São Paulo e “La Republique de la Rue” na Nosco Gallery em Marseille na França, ambas em 2017. Em 2016 “Atlas Abstrato” no Centro Cultural São Paulo e Festival Vídeo Brasil, realizado no SESC Pompéia em São Paulo no ano de 2013.

Rodrigo Sassi recebeu prémios como Ocupação Fábrica São Pedro pela Fundação Marcos Amaro em 2018, Proac - ARTES VISUAIS - OBRAS E EXPOSIÇÕES em 2016, Programa de Ocupação dos Espaços da CAIXA Cultural em Brasília 2015 e em 2013 Prêmio Espaço Galeria SESI e Prêmio Funarte de Arte Contemporânea. Suas obras integram coleções de acervos como o do MAR – Museu de Arte do Rio e MAB – Museu de Arte Brasileira.

Galerias Representantes
Destaques da Carreira

 2018 | Corpo acomodado | Centro Cultural Banco do Brasil | São Paulo

2013 | Entre o céu e a terra, bolhas! | Paço das Artes | São Paulo

2015 | In between the way I see it and how it could have been |  Nosco/ Frameless Gallery | Londres, Inglaterra

2017 | Você consegue sentir o peso dos seus ossos | 6 º Prêmio Marcantonio Vilaça, MUBE - Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia | São Paulo 

2019 | Tríptico | Fundação Marcos Amaro | Itu

   
  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Carbono Voucher
    3. Desenho
    4. Escultura
    5. Fotografia
    6. Gravura
    7. Instalação
    8. Joia
    9. Objeto
    10. Pintura
    11. Relevo de parede
    12. Serigrafia
    13. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Américas Amigas
    5. Art Rio 2014
    6. ArtRio 2015
    7. Cinéticos e Construtivos
    8. Curadoria Agnaldo Farias
    9. Curadoria Daniel Rangel
    10. Curadoria Ligia Canongia
    11. Curadoria Maria Montero
    12. Curadoria Paulo Miyada
    13. Curadoria Paulo Venancio Filho
    14. Curadoria Vanda Klabin
    15. Dia de doar
    16. Dia dos namorados
    17. Dublê de corpo
    18. Edição do Colecionador
    19. Elogios da cor
    20. IAC
    21. Instituto Reciclar
    22. Lançamentos
    23. Lembre-se de lembrar
    24. Lista de Casamento Alexandre e Gabriela
    25. Múltipla de Múltiplos
    26. Múltiplos Inhotim
    27. Múltiplos Pivô
    28. Myxathesys
    29. Nazareno
    30. O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro
    31. O que emana da água
    32. O tempo e os tempos
    33. PALAVRA-COISA
    34. Releituras da natureza-morta
    35. Sp Arte 2014
    36. Sp Arte 2017
    37. SP Arte Foto 2015
    38. Tão diferentes, tão atraentes
    39. Toscana: caminhos e constrastes
    40. Universo
    41. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10