Carbono Galeria - Tentativa:Desaprumo (escala cinza) - Daniel Murgel

Carbono Galeria

Edições contemporâneas

< <

Daniel Murgel

Niterói, 1981 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro 

 

A poética e a linguagem de Daniel Murgel explora a perspectiva contemporânea ao redor de um dos mais importantes valores: o habitat. Por intermédio de sua espontânea pesquisa antropológica e... veja mais

Tentativa:Desaprumo (escala cinza)
Escultura
Técnica
martelo, cordão, peão de xadrez, prumo de metal e mini tijolos de cimento
Dimensões

( A x L x P)  230 x 10 x 60 cm (dimensões variáveis)
Data
2016/2017
Edição
10 + 3PA

Em Tentativa:Desaprumo, um martelo tensionado contra a parede perde a sua função de retirar os pregos. Em seu cabo, encontra-se enrolado uma das extremidades do cordão de um prumo que se estende até quase tocar o chão com sua extremidade mais pesada e metálica. Esta extremidade, que serviria de ferramenta para construir paredes, se vê totalmente murada, cercada por mini tijolos. Entre o martelo e a extremidade murada do prumo, encontra-se um peão de xadrez que se apresenta como um elo entre dois nós de forca que dividem o cordão do prumo ao meio. Um pêndulo estagnado - estado de anulação.

A obra vem acompanhada de certificado de autenticidade numerado e assinado pelo artista.

Biografia

Niterói, 1981 | Vive e trabalha no Rio de Janeiro 

 

A poética e a linguagem de Daniel Murgel explora a perspectiva contemporânea ao redor de um dos mais importantes valores: o habitat. Por intermédio de sua espontânea pesquisa antropológica e urbana, desenha croquis e projetos, os quais muitas vezes são construídos em escala humana.

Bacharel em Belas Artes pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Daniel Murgel fez exposições individuais no Centro Cultural do Banco do Nordeste em Fortaleza, Sousa e Juazeiro do Norte; na Fundação Joaquim Nabuco em Recife; Espacio El Dorado em Bogotá; Centro Cultural Banco do Brasil no Rio de Janeiro; e em galerias particulares no Rio, Belo Horizonte e São Paulo.

Entre as exposições coletivas destacam-se: Distantes Mundos/Lugares Próximos (Museu de Arte Contemporânea de Fortaleza), Casa, Cidade , Mundo  (Centro Municipal de Arte Helio Oiticica, no Rio de Janeiro), Ponto de Ebulição (galeria PSM em Berlim), Amor e Odio à Lygia Clarck (Zacheta Nattional Gallery of Art em Varsóvia), Experimentando Espaços 2 (Museu da Casa Brasileira em São Paulo), Espejos: en el Camino de las Maravillas (Centro Cultural Haroldo Conti, em Buenos Aires) e Novas Aquisições do Gilberto Chateaubriand (MAM-RJ).

Também Participou do programa Rumos de Artes Visuais em 2011 e Bolsa Pampulha no Museu de Arte da Pampulha (BH) em 2010. Foi premiado no 64° Salão de Abril e no Prêmio Honra ao Mérito Arte e Patrimônio do IPHAN.

Suas obras estão presentes em coleções públicas e privadas com destaque para Coleção Gilberto Chateaubriand, Banco do Nordeste, Museu do Bispo do Rosário e Museu da Cidade de São Paulo.

Destaques da Carreira

Sobretudo, o que nada sobra | 2014 | Museu da Casa Brasileira, São Paulo

Arquitetura de Superposição | 2016 | Espacio El Dorado, Bogotá (Colômbia)

Arquitetura de Superposição | 2016 | Espacio El Dorado, Bogotá (Colômbia)

A máquina de chover no molhado | 2016 |  Centro Cultural do Banco do Nordeste, Sousa (PB)

2 (dois) espelhos e 1 (uma) paisagem | 2015 | (exposição Não confie na sorte, pense!) | Sé Galeria, São Paulo

   
  1. Todas as categorias
       
    1. Todas as categorias
    2. Carbono Voucher
    3. Desenho
    4. Escultura
    5. Fotografia
    6. Gravura
    7. Instalação
    8. Joia
    9. Objeto
    10. Pintura
    11. Relevo de parede
    12. Serigrafia
    13. Vídeo
  2. Artistas A-Z
       
    1. Menor valor
    2. Maior valor
    3. Obras A-Z
    4. Obras Z-A
    5. Artistas A-Z
    6. Artistas Z-A
    7. Maior tamanho
    8. Menor tamanho
  3. Acervo completo
       
    1. Acervo completo
    2. A palavra palavra
    3. A Pegada Pop
    4. Alexandre e Gabriela
    5. Américas Amigas
    6. Art Rio 2014
    7. ArtRio 2015
    8. Cinéticos e Construtivos
    9. Curadoria Agnaldo Farias
    10. Curadoria Daniel Rangel
    11. Curadoria Ligia Canongia
    12. Curadoria Maria Montero
    13. Curadoria Paulo Miyada
    14. Curadoria Paulo Venancio Filho
    15. Curadoria Vanda Klabin
    16. Dia de doar
    17. Dia dos namorados
    18. Dublê de corpo
    19. Edição do Colecionador
    20. Elogios da cor
    21. Flavia e Nando
    22. IAC
    23. Instituto Reciclar
    24. Lançamentos
    25. Lembre-se de lembrar
    26. Manuela e Rafael
    27. Múltipla de Múltiplos
    28. Múltiplos Inhotim
    29. Múltiplos Pivô
    30. Myxathesys
    31. Nazareno
    32. O importante, minha filha, é nunca tirar a mão do barro
    33. O que emana da água
    34. O tempo e os tempos
    35. PALAVRA-COISA
    36. Releituras da natureza-morta
    37. Sp Arte 2014
    38. Sp Arte 2017
    39. SP Arte Foto 2015
    40. Tão diferentes, tão atraentes
    41. Toscana: caminhos e constrastes
    42. Universo
    43. Variações
  4. Visualizar
       
 
  1. Sem título

    Angelo Venosa

    Escultura

    Técnica acrílico

    ( A x L x P)  26 x 33 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  2. Sem título

    Artur Lescher

    Escultura

    Técnica porcelana e couro

    ( A x L x P)  60 x 6 x 25 cm
    Data 2013
    Edição 30

  3. Sem título

    Carlos Vergara

    Fotografia

    Técnica impressão sobre placas de poliestireno recortadas e montadas

    ( A x L)  63 x 65 cm
    Data 2013
    Edição 10

  4. Sem título

    Iole de Freitas

    Escultura

    Técnica aço inox e policarbonato

    ( A x L x P)  70 x 35 x 20 cm
    Data 2013
    Edição 10